Posted por em 15 out 2014

Beija-Flor SemeadorProfessores, Seres que surgem em nossas vidas como magia.

Quando ainda pequenos, encantam-nos o mostrar a beleza dos símbolos, pequenos desenhos que nos podem levar a descobertas incríveis. Olhamos para esses Seres como quase deuses que sabem coisas que nem imaginávamos.

Ao longo de nossos caminhos novas descobertas descortinam-se e nossas mentes ficam maravilhadas por tanto conhecimento a se apresentarem a nós. São horizontes que se mostram, de início sem sentido… mas vêm esses Seres, como que magos, mostram-nos as senhas, quebram os códigos, por vezes criptografados, e nossas mentes começam a compreender o sentido que as imagens, por vezes indecifráveis, vão surgindo.

Esses Seres, quando mais conscientes do seu papel e sensíveis à nossa ansiosa busca pelo aprender nesse caminho mágico que é a vida, percebem que não só devem derramar as informações, que são tantas e tantas a ponto de fazer girar nossas cabeças. Eles percebem que devem fazer das informações links para as questões da própria vida, proporcionando o fazer sentido tudo, não são só conhecimento vazio a ser absorvido.

O professor, como mago do conhecimento, é aquele que convida o seu pupilo a entrar no seu mundo mágico e compreender o quanto pode transformar o seu próprio mundo também em algo encantado. É o aprender com alegria.

A beleza do aprender está na alegria de compreender que o mundo mágico do conhecimento não é estático, é dinâmico. É como olhar para o horizonte, caminhar em sua direção, perceber que, apesar de as imagens se aproximarem pouco a pouco, há ainda um caminho com muitas belezas a serem descobertas e o professor, que é consciente e sensível, proporcionará a seus alunos a curiosidade, aguçará suas mentes a quererem ir em frente, em busca do horizonte mágico, cada vez mais amplo e cada vez mais mágico.

Quando aprendemos a beleza de tudo isso, também iremos querer ser magos do conhecimento e certamente iremos compartilhar tudo isso com nossos próprios discípulos, sejam eles alunos, filhos, netos, sobrinhos, amigos. Não importa, pois descobrimos a beleza e a alegria da vida, mesmo quando por vezes se mostra indecifrável.

Um Ser mágico, um dia, mostrou-nos como quebrar as senhas e decifrar os códigos.

Parabéns professores.

 

4 Comentários

  1. 15-10-2014

    Texto maravilhoso Elda: retrato digno e fiel de missão tão importante e nem sempre valorizada… Comecei a ser alfabetizada aos 06 anos! lembro-me até hoje de minha primeira mestra que sempre correspondeu a tudo que você disse… era como uma deusa para mim e mantive contato com ela até que o Senhor da Vida a levou para sua eterna morada.

    • 15-10-2014

      Amiga Regina, também tive professores maravilhosos que me proporcionaram oportunidades reflexão e, creio que principalmente, de sentir prazer em aprender, perceber a magia e a alegria das descobertas. Tenho o maior carinho por esses heróis mágicos. rsrsrsrs

  2. 16-10-2014

    OS PROFESSORES BRASILEIROS SÃO HERÓICOS E MERECEDORES DESTA SUA BELA REFLEXÃO, ELDA, HOJE E SEMPRE.
    DEUS OS PROTEJA!
    GRANDE ABRAÇO,
    MARILIA

  3. 15-10-2019

    Quebrar as senhas, decifrar os códigos, rackear os conhecimentos para deixá-los públicos, acessiveis, compreensíveis. Eis uma tarefa apaixonante, edificante. Bjs

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *