Posted by on fev 12, 2017 in Abertura, Mensagens | 0 comments

Nasce uma flor

Passeando pelo jardim,

Rosas e rosas de vários matizes.

Encantei-me por vê-las todas, assim,

Amarelas, rosas, pontilhadas,

Rosas amareladas, rajadas.

Tão diversas!

Botões fechados,

Outros querendo desabrochar.

Todos querendo me encantar.

Não só a mim… a todos emocionar.

Cliquei e guardei as imagens…

Imortalizar tanta beleza,

Compartilhar a emoção,

Tocar outro coração.

Outras Almas sensíveis

Assim como eu,

Quem sabe como você,

Aqui a passear

Por esses versos.

Hoje olhei uma das imagens,

Fiquei a me admirar.

Surgiu-me uma ideia…

Por que não registrar mais uma vez.

Agora em arte pintada, não clicada.

Qual material iria lançar sobre a tela?

Quem sabe pastel… seco ou óleo?

Decidi-me…

Apossei-me dos bastões

Pastel seco  foi a minha opção.

Amarelo, em vários tons,

Assim também com o rosa.

Verde para as folhas,

Ocre para a finalização.

Traços rápidos.

Por vezes a olhar… admirar…

Analisar, aqui e ali acertar.

Por fim, o finalizar… assinar.

Pronto, só faltava clicar novamente.

E assim… um nova foto da flor.

Só que agora de uma arte minha.

Antes… a de uma obra do Criador.

 

 

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *