Viagem interior

Viagem interior

“Importa a busca pela nossa essência, nosso Eu. Dizer ao Ego que muitas vezes nos domina: você não é o meu Eu, você é só o que construí ao longo da vida. Não me representa, só à parte de mim que valoriza minha aparência, o que se mostra ao mundo.
Ainda que a minha aparência seja o que mais as outras pessoas conseguem perceber em mim, devo insistir e me empenhar na valorização do Eu e a sua expressão à minha volta.
Fazer o meu Ser impor-se cada vez mais como Ser de luz a irradiar-se.
Buscar o meu centro, a minha referência mais espiritualizada, e o fazer-se expandir.”